Atualmente no mercado há diversos padrões construtivos para a execução de uma edificação. Muitos deles surpreendem por utilizar novos métodos e tecnologias. Esses diferenciais não são percebidos com um olhar superficial, então decidimos bater um papo com a Amanda, Diretora de Incorporações, da Execute, para nos explicar melhor sobre os detalhes que fazem a diferença nos empreendimentos atuais da empresa.

Características de construção únicas

O Montjuïc, um dos empreendimentos da Execute, possui algumas características de construção bem particulares, como o vão das janelas e uma planta de 1 dormitório com 52m², que ainda conta com lavabo e churrasqueira. Amanda explica um pouco sobre essa particularidade: “A questão dos acabamentos, padrões técnicos elevados e padrões das esquadrias são características da Execute Incorporadora e não apenas do Montjuïc. Está no nosso DNA ser uma empresa de engenharia com muita expertise e que preza pela usabilidade e bem estar de quem usa nossos empreendimentos”.

Ela ainda explica que a planta super ampla do Montjuïc foi pensada para sair da caixa quando o assunto é apartamentos de 1 dormitório: “A ideia era que o empreendimento tivesse uma área social reservada, perfeita para o morador que desejasse receber os amigos sem perder a privacidade”, comenta ela.

Particularidades singulares

Já o LIV., outro empreendimento da Execute, possui studios compactos e com uma área de lazer que possibilita a troca de experiências e compartilhamento “Fomos uma das pioneiras no mercado de compactos aqui em Porto Alegre. Além de acreditarmos muito no potencial da categoria, como uma grande tendência de mercado, queríamos nos posicionar como incorporadora. Então o LIV. foi pensado em cada detalhe, assim como tudo que sempre fazemos na engenharia”, conta Amanda.

Ela ainda conta que o LIV. está muito completo. Ele possui 4 pavimentos exclusivos para o uso comum e compartilhado, contando com áreas desenvolvidas e pensadas para serem anexos do studio de quem vai morar ali.

Raíz na engenharia ajudou a melhorar a expertise

Sobre o diferencial do método construtivo, Amanda explica que pela Execute ser uma empresa com raiz total na engenharia, além de conseguirem atender todos os padrões técnicos exigidos em normas, também pensam na funcionalidade das coisas e em como isso resultará em um uso com mais conforto e qualidade de vida para aqueles que estarão no prédio pós obra. “Além disso, sabemos os pontos onde acabam dando mais manutenção aos proprietários com tempo. Com isso, fazemos as melhores escolhas técnicas para mitigar esses problemas e este  cuidado impacta diretamente no bolso dos nossos clientes”, enfatiza.

Fachadas projetadas para valorizarem a região

Agora, falando sobre os materiais usados nos empreendimentos, Amanda conta que quando a Execute decidiu expandir a área de atuação para começar a incorporar, uma das premissas do negócio era não entregar prédios “caixa branca” para a cidade. “Então as fachadas dos nossos empreendimentos são sempre muito bem pensadas, projetadas e conceituadas para valorizarem a região onde o prédio está. No caso do LIV., o nosso briefing para a fachada aos arquitetos foi: queremos dar um presente para o bairro”, enfatiza.

Projetos futuros

Ela ainda conta que a Execute têm projetos para o futuro, mas que ainda não podem ser divulgados. “Agora nosso foco está 100% na entrega e no funcionamento do LIV., dentro do conceito de compactos, para garantir a satisfação total dos nossos clientes”, conclui Amanda.